Taxa SELIC a 2% ao ano: Quais as opções investimentos para melhorar rentabilidade?

O Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central cortou a taxa Selic em 0,25 ponto percentual, para 2% ao ano e, com a taxa básica de juros baixa, investidores conservadores – aqueles que apostam em renda fixa, podem ter rendimentos ainda menores.

De acordo com o profissional em investimentos e sócio fundador da iHUB Investimentos – escritório afiliado a XP Investimentos – Paulo Cunha, esses investidores podem ser afetados a partir desta quinta-feira

“A queda de mais 0,25bps na taxa de juros vai afetar principalmente aplicações de renda fixa pós-fixadas que, a partir desta quinta-feira, vão passar a render menos.

Por isso, Fundos de Renda Fixa pós fixados, CDBs, LCIs, LCAs indexados ao CDI serão afetados automaticamente, assim como Papéis do Tesouro Indexados a SELIC”, explica.

Por outro lado, investimentos mais arrojados como Fundos Multimercados e ações tendem a se beneficiar, acredita.

“Único ponto de atenção aí é que esse movimento já era previsto pelo mercado, portanto, a valorização dos ativos de maior risco já “está no preço”, o que significa que não necessariamente esses investimentos vão se valorizar automaticamente a partir de quinta-feira”, acrescenta Cunha.

Ainda assim, um ambiente de juros mais baixos tende a ser mais benéfico àqueles investidores mais propensos a aplicações mais agressivas como ações, por favor exemplo, quando olhamos no médio e longo prazo.

“Há oportunidades na bolsa, considerando principalmente as empresas mais sólidas”, afirma Cunha.

Diversificar investimentos pode ser uma decisão importante nesse momento, já que caderneta de poupança, CDBs, LCI, LCA e quaisquer papeis indexados ao CDI terão retorno menores nessa nova realidade.

“É hora de buscar rentabilidades maiores dentro do seu perfil como investidor e reequilibrar sua carteira para não ficar para trás. Ações, fundos de ações e fundos imobiliários podem ser interessantes no longo prazo”, sugere o especialista.

Confira uma simulação para entender a nova rentabilidade:

Nova poupança em 12 meses

Valor aplicado: R$ 100.000

Rendimento líquido: R$ 101.400

CDB a 100% do CDI em 12 meses

Valor aplicado: R$ 100.000

Rendimento bruto: R$ 102.000

Rendimento líquido: 101.650 retirando o IR de 17,50%

Por Paulo Cunha é sócio fundador da iHUB Investimentos, empresa especializada em assessoria de investimentos, com mesa de operação atuante em ações, derivativos e câmbio em tempo rea

Start typing and press Enter to search